Um pequeno país da Europa tem se tornado o destino predileto de muitos estudantes brasileiros. Portugal tem instituições excelentes que apresentam facilidades quem deseja estudar lá.

Se você deseja fazer intercâmbio durante a faculdade, cursar uma graduação, fazer mestrado, doutorado ou até pós-doutorado, deve levar em consideração estudar em Portugal.

O custo de vida em terras lusitanas é reduzido, e você ainda garante a experiência de estudar em universidades europeias com um idioma similar ao nosso e com um clima ameno.

Existem inúmeras ofertas de cursos em diversas áreas em instituições de ensino lusitana. Além disso os acordos firmados com o governo brasileiro junto com as mudanças que vêm acontecendo na legislação de Portugal facilitam o intercâmbio de estudantes. 

Os valores para estudar em universidades portuguesas dependem do curso e da modalidade. A maioria das universidades públicas lusitanas possuem descontos para alunos brasileiros. Os preços variam entre € 1.037,50 a € 7.000,00 por ano, por isso é importante que você pesquise qual instituição é a ideal.

Separamos alguns pontos do que é preciso para estudar em terras portuguesas. Confira:

Algumas instituições de ensino brasileira possuem acordos com as universidades portuguesas para o intercâmbio durante a graduação, por exemplo. Nesse caso, você deve entrar em contato com o setor de Relações Internacionais da sua universidade e saber quais os requisitos.

Você também pode utilizar sua nota do Enem.  Algumas instituições portuguesas aceitam o resultado do Exame como único requisito para que brasileiros consigam estudar lá e isso se deve às parcerias firmadas com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Lembre-se que para ter uma boa nota no ENEM, é fundamental ir bem nos temas de redações ENEM!

A Universidade de Coimbra, por exemplo, disponibiliza mais de 600 vagas para brasileiros.

Além disso também existem várias opções de bolsas de estudos, como, por exemplo, as da Fundação CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) que é vinculada ao Ministério da Educação no Brasil e as da FCT (Fundação para a Ciência e a Tecnologia) de Portugal.

O ano letivo lusitano tem início no mês de setembro, e por isso o ideal é que você se prepare pelo menos com seis meses de antecedência, já que para estudar em Portugal é preciso ter o visto de estudante.

Então depois de ter sido aceito por alguma instituição de estudos portuguesa, você precisa solicitar o visto, ainda no Brasil. É possível solicitar o visto em qualquer um dos Consulados portugueses existentes no Brasil, onde você deve estar com a declaração de admissão na Instituição de ensino. O período de validade do documento geralmente é igual ao tempo do curso que você foi admitido.

O estudante também deve solicitar a documentação de residência temporária no Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), em Portugal.